domingo, 23 de agosto de 2015

PENSÃO

Recomeçar.
De um curto-circuito nas emoções,
recomeçar.
Erguer a poeira do caminho,
recomeçar ainda e sempre.
Não é necessário esquecer,
basta guardar.

A cada novo golpe de ar,
recomeçar,
agasalhando-se da friagem;
friagem do amor inacessível.
O sentimento,
qual um afluente que deságua no coração;
tem que vir mais devagar.
Flutuando em seu meio,
a correnteza da paixão,
há que esfriar.
Esfriar para não morrer.
Recomeçar,
no decorrer da história desse coração.

Recomeçar.
No melhor lugar de sua memória,
permanecer...


P/ BSF
[Adhemar - São Paulo, 19/09/1987]

Nenhum comentário: